Blog do Prisco
Manchete

Parte do setor gastronômico trabalha no prejuízo em SC

Número de empresas que havia conseguido recuperar equilíbrio  caiu para 27% em maio, segundo pesquisa realizada pela Abrasel

O resultado da pesquisa nacional da Abrasel foi preocupante no recorte de Santa Catarina, já que 45% das empresas do ramo gastronômico têm pagamentos em atraso e 32% operaram no prejuízo em maio. “Mesmo assim, continuamos sendo o berço do primeiro emprego no país”, afirma Juliana Mota, presidente da entidade no estado.

Realizada na última semana de junho, a consulta registrou que 36% das empresas pretendem contratar no segundo semestre, ainda que o cenário seja preocupante. Para 97% delas, investir internamente na capacitação dos colaboradores ainda é a melhor opção para qualificar a mão de obra. “O setor de comércio e serviços segue dando a oportunidade para quem busca o primeiro emprego ou efetivação dentro da empresa, mesmo sufocado por impostos”, garante Juliana.

No entanto, a realidade é alarmante: 87% das empresas consultadas devem impostos federais, como imposto de renda, pis/cofins ou parcelas do simples, resultado de um primeiro trimestre no vermelho. “Para reverter esse panorama, a Abrasel tem trabalhado de forma incansável para minimizar os impactos negativos e garantir a empregabilidade do setor”, garante a presidente da associação.

Posts relacionados

Entenda como funciona a composição tarifária da SCGÁS

Redação

MPSC lança terceira edição do Prêmio José Daura

Redação

Jorginho Mello se reúne com o presidente da Assembleia da República de Portugal

Redação