Blog do Prisco
Destaques

PMDB do Sul defende Temer na presidência

Durante o Encontro Regional do PMDB, realizado em Porto Alegre durante a manhã de sábado (5), os líderes dos três Estados do Sul (RS, PR e SC), defenderam a unidade da sigla em torno do vice-presidente da República, Michel Temer, para enfrentar os grandes desafios do País e criticaram o grave momento político que o Brasil enfrenta. Os peemedebistas do Sul foram unanimes ao afirmar que o PMDB tem condições e deve ser protagonista no enfrentamento da crise. “Não podemos deixar o Brasil na situação que está e ao PMDB cabe esse papel de timoneiro. O partido precisa, neste momento, ter uma decisão unitária. Sem dúvida o PMDB será protagonista de um novo tempo para o Brasil”, disse o presidente da sigla em Santa Catarina, deputado Mauro Mariani (de camisa azul e ao microfone nas fotos). Ibsen Pinheiro, presidente da sigla no RS, chamou a legenda para a sua responsabilidade atual: “Cumprida a tarefa histórica de sepultar o regime militar, neste momento de incerteza temos o papel condutor da superação da crise econômica e moral”, disse. Mariani ainda lembrou que o fato dos líderes da região não estarem envolvidos na Operação Lava Jato credenciam o PMDB do Sul a assumir esse protagonismo. “Temos de virar a página e tirar o Brasil dessa situação”.

pmdb do sul 2Otimista, o senador Pedro Simon afirmou que o Brasil começa a mudar. “O partido que berrou pelas Diretas-Já tem uma nova responsabilidade e a hora é agora”, declarou Simon, também fazendo um chamamento para o povo: “Precisamos fazer o levante das ruas”. E arrematou: “Lula conclamou forças em sua defesa. E nós, precisamos ir para as ruas, para pedir Justiça e deixar que Supremo Tribunal Federal decida”. O senador Roberto Requião, presidente do PMDB-PR, defendeu que “o Brasil precisa retomar o caminho do desenvolvimento e de enfrentamento do domínio do capital financeiro”.

Responsabilidade – Responsabilidade foi outro termo que pautou as intervenções. Mauro Mariani defendeu que o partido esteja conectado com o novo momento do País. “É preciso prestar atenção e entender a mensagem da população brasileira. Velhos discursos não irão construir novos caminhos”, declarou Mariani. Ele disse ainda que o momento exige serenidade.Os últimos acontecimentos no cenário político – com o mandato de condução coercitiva contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva –, também estiveram presente nas manifestações do “Encontro Regional – O Sul do Brasil”, reforçando a independência do PMDB.