Blog do Prisco
Manchete

PTB de SC terá quatro deputados estaduais

“Ao ser chamado em Brasília para aceitar a missão de liderar o movimento conservador do PTB em Santa Catarina não imaginava que em tão pouco tempo já estaríamos tão consolidados como o maior partido de direita. Todos estamos aqui apenas por um propósito. Que é o bem de nossas famílias”. A afirmação do presidente estadual do PTB de Santa Catarina, deputado Kennedy Nunes, comprova o sucesso do primeiro encontro da Caravana Conservadora em Tubarão que reuniu centenas de pessoas na noite chuvosa de sexta-feira. No público estavam também muitos vereadores e prefeitos da Amurel, principalmente os eleitos pelo PSL que estão preocupados com a fusão com o Democratas que tenta formar uma terceira via para apoiar o centro-esquerda.

O PTB passará a ter uma bancada de quatro deputados estaduais, considerando-se que Kennedy Nunes já é filiado à legenda e que Ana Campagnolo, Felipe Estevão e Jessé Lopes assinarão ficha assim que o TSE homologar a fusão entre o PSL e o DEM (o que deve ocorrer nos próximos dias). O trio de parlamentares, que não tem mais ambiente no PSL desde 2020, não vai precisar aguardar a janela de março para sair do PSL sem correr o risco de perder o mandato. 

PTB terá uma das maiores bancadas da Alesc – fotos>divulgação

O evento contou com a participação da deputada Ana Campagnolo e do deputado Felipe Estevão que aproveitou o momento para consolidar o seu plano para a pré-candidatura à Câmara Federal. “Vim aqui para fazer mais do que uma convocação. Quero conclamar todos vocês. Unam-se ao nosso projeto e ao nosso sonho. A Amurel precisa de maior representatividade de parlamentares que defendem as nossas bandeiras”, afirmou Felipe. O deputado Jessé Lopes não pode participar por estar com uma palestra marcada no mesmo dia.
Durante duas horas e meia foi apresentado ao público formado principalmente por famílias da região da Amurel, conteúdos conservadores voltados para evangélicos e católicos e para todos que acreditam num Brasil soberano e livre. “Eu tenho 26 anos de PTB e sonhei com isso. Criamos o estatuto do partido para mostrarmos para quem deseja participar que temos uma causa e que acima de tudo chegou o momento de despertarmos”, disse a presidenta do PTB Mulher de Santa Catarina, Luciane Stobe.
A Amurel, coordenada por Alessandro Mota, foi escolhida para o primeiro encontro por estar atualmente mais estruturada.

Aliás, importante registrar que o sucesso do evento partidário, que não ofereceu nenhum outro atrativo que não seja o debate político (oferecer comida, bebida, combustível, etc, é vedado pela lei), se deve, em grande parte, ao trabalho incansável do coordenador petebista na região, Alessandro Mota.

No evento ocorreu a posse das dez novas executivas que terão a missão de agrupar e atrair conservadores de suas cidades. “Depois de três décadas de trabalho político, fico feliz em Deus me proporcionar esse momento tão marcante. Quero agradecer a todos que, comigo, colocaram os ombros nessa construção. Sejam todos bem vindos ao nosso PTB, a casa do conservador”, finalizou Kennedy.

Posts relacionados

O novo 25

Redação

O núcleo duro e o descontentamento exterior

Redação

Projeto que garante a SC mais força política avança na Câmara

Redação