Blog do Prisco
Image default
Manchete

TRE-SC nega diplomação a Rodrigues

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), desembargador Ricardo Roesler (foto), já se manifestou sobre o habeas corpus concedido por Gilmar Mendes ao ex-deputado João Rodrigues e que suspendeu sua inelegibilidade. De acordo com o colunista do Grupo NSC, Upiara Boschi, Roesler declarou que “por ora, nenhuma providência há de ser tomada por este tribunal.” Significa que o TRE-SC não concederá o diploma e a consequente posse do destino no cargo de deputado federal.

A posição de Roesler deixa claro que a corte estadual avalia que o despacho de Gilmar Mendes vale para futuras eleições, não retroagindo ao pleito de 2018. Na eleição do ano  passado, Rodrigues foi mais votado do que o atual deputado Ricardo Guidi. Mas seus votos não foram contabilizados. Ele foi alcançado pela Lei da Ficha Limpa.

João Rodrigues não foi diplomado e Guidi assumiu a décima sexta cadeira de SC na Câmara, onde está atuando.

Como já era esperado, a novela jurídica em torno do ex-prefeito de Chapecó segue. Seus advogados devem pedir a diplomação junto ao TSE.

Posts relacionados

Bolsonaro recebe demandas da Rota do Milho e das BRs de SC

Fabian Oliveira

Atraso no anúncio do Plano Safra preocupa setor rural de SC

Fabian Oliveira

Deputado do PSDB declara: está na base aliada de Moisés

Fabian Oliveira