Blog do Prisco
Image default
Destaques

Ações podem embolar o jogo

Aliados do governo Michel Temer, o PSDB e o DEM, patrocinam ações no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando o fatiamento do julgamento de Dilma Rousseff no Senado. Numa manobra jamais vista antes na história deste país e sob a batuta do próprio presidente da suprema corte, a ex-presidente foi cassada, mas preservou os direitos políticos. Algo absolutamente inconstitucional e absurdo.

Do ponto de vista jurídico, as ações estão absolutamente corretas. Mas do ponto de vista político, podem ser um baita tiro no pé.

Se o STF, que troca de presidente no dia 12 com a ascensão da ministra Carmen Lúcia, resolver entrar nesta dividida vai constranger Lewandowski e o próprio Tribunal. E se questionar a atitude tomada no julgamento com o tal fatiamento, pode embolar todo o jogo, chamando o Senado novamente a se manifestar. A novela do impeachment pode ainda não ter acabado!

Inócua

Já a ação proposta por Dilma Rouseff, pedindo a anulação do julgamento, é muito mais para criar um fato, mantendo “a luta”. Mas é absolutamente inócua.

 

Posts relacionados

TCE/SC e Fecam discutem temas de interesse dos municípios

Fabian Oliveira

Cúpula amordaça MDB do Sul

Autor

Hélio Costa vai atuar em três comissões da Câmara Federal

Fabian Oliveira