Blog do Prisco
Manchete

Agenda econômica avança

Apesar da língua descontrolada e inconveniente do presidente, a agenda econômica do governo Jair Bolsonaro vai avançando. Depois dos dois turnos da Reforma da Previdência, os deputados federais agora aprovaram a chamada MP da Liberdade Econômica.

Foram 345 votos favoráveis e 76 contrários, o que demonstra que o Planalto segue com excelente lastro na Câmara.

A mesma Casa também já começou os trabalhos sobre a complexa, delicada, porém absolutamente necessária, Reforma do Sistema Tributário.

No caso da MP da Liberdade Econômica, ela se propõe a desburocratizar a criação de novos negócios (de baixo risco) e facilitar as relações de trabalho, binômio inserido no mundo digital. Basicamente, ela trata de questões do dia a dia, facilitando a vida dos empreendedores.

Twitando

Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, escalaram a tribuna das redes sociais para enaltecer a aprovação do texto e projetar mais desenvolvimento e geração de empregos a partir de agora.

Burrocracia

Essa é a torcida da banda lúcida da sociedade. Hoje, o empresário, em média, precisa de nada mais nada menos do que 20 licenças para sua empresa começar a funcionar, além de esperar três meses, 90 longos dias, para ter seu CNPJ. Essas realidades devem mudar radicalmente.

Ambiente

Não restam dúvidas de que a MP da Liberdade vai melhorar o ambiente de negócios neste país. Para se ter uma ideia, Brasil ocupa o 109º lugar entre 190 países no ranking Doing Business, do Banco Mundial, que basicamente mede a facilidade para a prática econômica em determinada nação.

 

Posts relacionados

Justiça suspende rejeição de contas da prefeitura de Gravatal

Redação

O esvaziamento político de Eduardo Moreira

Redação

Governadores de Sul e Sudeste fazem contraponto a impatriotas

Redação