Blog do Prisco
Manchete Notícias

Amin tenta driblar Alcolumbre para sabatinar indicado ao STF por Bolsonaro

A mesa do Senado Federal impugnou nesta quinta-feira (7), o requerimento de urgência do senador Esperidião Amin que pede urgência na tramitação da mensagem do governo federal (MSF 18/2021) que submete à apreciação do Senado a indicação de André Mendonça para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
Mendonça é o advogado terrivelmente evangélico que Bolsonaro indicou para a vaga de Marco Aurélio Mello no puxadinho que chamam de STF neste país.
O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, Davi Alcolumbre, contrariado com o Planalto desde que Bolsonaro não apoiou sua recondução à presidência do Congresso (no que fez  muito bem), Alcolumbre sentou em cima do processo, parado há três meses.
Algo nunca visto antes na história deste país.
Caso fosse aprovado o pedido de urgência protocolado por Esperidião Amin, a sabatina de Mendonça, que é pré-requisito constitucional para qualquer indicado ao STF, iria diretamente para o plenário, deixando Alcolumbre a ver navios.
O drible político, no entanto, não funcionou. Amin não desistiu. Encaminhou uma Questão de Ordem para estabelecer a possibilidade da adoção de urgência para a deliberação do Senado Federal sobre a indicação de Ministro do Supremo Tribunal Federal.