Blog do Prisco
Manchete

Bauer deixa Casa Civil do governo Bolsonaro

Ex-senador Paulo Bauer está distribuindo o texto abaixo. Comunica a amigos e a interlocutores que está deixando a Secretaria Especial da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro. O tucano ressalta que pretende ser candidato a prefeito de Joinville, desafio que exige a desincompatibilização de cargos públicos até o começo de abril. Depois desse período na antessala da Presidência da República, Bauer poderá usar a proximidade com Bolsonaro na campanha à prefeitura da maior cidade do estado, que ele vislumbra como forma de voltar ao cenário político estadual. 

A saída do catarinense do cargo ocorre em meio a grande turbulência envolvendo o titular da pasta, Onyx Lorenzoni. A Casa Civil foi esvaziada a partir de alguns movimentos presidenciais. Primeiro, Jair Bolsonaro passou a articulação política ao general Luiz Eduardo Ramos. Nos bastidores, Onyx segue articulando, mas, oficialmente, perdeu o poder de negociação junto ao Congresso. 

Mais recentemente, o presidente transferiu da Casa Civil ao Ministério da Economia o portentoso Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), deixando o ministro e o próprio Paulo Bauer praticamente sem funções. Nos bastidores, avalia-se que Bauer pode estar se antecipando à queda de Onyx Lorenzoni. 

Confira

“Informo à meus amigos, às lideranças e autoridades, à imprensa, aos companheiras e companheiros de partido e especialmente aos catarinenses que, na data de hoje (04/02-3ª feira), solicitei ao Ministro Onyx Lorenzoni a exoneração do cargo que ocupo na Casa Civil da Presidência da República.
Reestruturação administrativa interna que está em andamento na Casa Civil me obrigaria a permanecer integralmente em Brasília, tornando minhas viagens à SC restritas, o que seria imcompatível com a necessidade de convivência com meus filhos e demais familiares; com atividades empresariais que pretendo desenvolver e especialmente com as ações políticas que desejo realizar em Joinville, onde avalio a possibilidade de uma candidatura a Prefeito Municipal.
Liberado do compromisso de trabalho em Brasília terei mais liberdade e tempo para tratar de projetos pessoais e políticos sem deixar de atender e apoiar as reivindicações dos municípios e instituições catarinenses que necessitarem de minha interveniência junto ao Presidente Jair Bolsonaro e integrantes do Governo Federal, com os quais “construí” excelente relacionamento neste período de participação na administração e também, em muitos casos, anteriormente.
Me sinto honrado, agradecido e realizado por ter contribuído com o Governo Federal neste 1º ano da gestão Bolsonaro, colaborando na “reconstrução” do nosso Brasil.

PAULO BAUER”

Posts relacionados

Defesa de Moisés questiona legitimidade do acusador no caso do impeachment

Redação

Alesc decidirá futuro de Garcia: prisão, mandato e presidência

Redação

Schiochet assume PSL-SC e Esmeraldino emplaca na nacional

Redação