Blog do Prisco
Manchete

Collaço e Roesler: parceria que se sucede

Na magistratura desde 1987, o desembargador Ricardo Roesler, natural de São Bento do Sul, atuou por muito tempo em Joinville e vai ascendendo com consistência na magistratura estadual. Em 2018, na presidência do TRE-SC, ele comandou o processo eleitoral no estado.

Em fevereiro de 2020, assumirá seu maior desafio depois da vitória em primeiro turno na eleição deste semana que definiu a nova diretoria do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Para dar sequência à vanguardista gestão de Rodrigo Collaço, Roesler anunciou que norteará sua atuação pelo tripé informação, integração e inovação. E terá como braço direito João Henrique Blasi, advogado de longa trajetória que foi deputado estadual e secretário de Segurança Pública.

Uma curiosidade neste contexto do judiciário estadual: Ricardo Roesler foi apoiado e vai suceder Rodrigo Collaço, assim como já ocorreu alguns anos atrás quando o segundo presidia a Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) e foi eleito para a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Com a ida de Collaço para a entidade nacional, a associação estadual ficou sob o comando de Roesler, exatamente como ocorre agora no TJSC.

Posts relacionados

Os detalhes do processo de impeachment em SC

Redação

Casos confirmados do novo coronavírus no Brasil sobem para 234

Redação

Governador anuncia prorrogação das medidas de isolamento social por mais sete dias

Redação