Blog do Prisco
Image default
Destaques

Maldaner, o desafio da unidade no MDB e a incógnita sobre Dário

Unidade

Na primeira entrevista depois de eleito presidente estadual do MDB, o deputado federal Celso Maldaner assegurou ao colunista que os dissidentes emedebistas Valdir Cobalchini e Moacir Sopelsa serão reintegrados à bancada estadual e voltarão a conviver normalmente com os colegas. A conferir!

Dúvida

Maldaner respondeu a todos os questionamentos com firmeza e convicção, falou muito em unidade e reaglutinação das bases emedebistas. Ele vai percorrer Santa Catarina “olhando no olho” da militância. O presidente estadual do MDB só deu uma titubeada quando perguntado se Dário Berger é o nome do partido para o governo em 2022. O senador, como se sabe, não passa qualquer segurança político-partidária aos correligionários da vez.

Vassourada

Ainda de acordo com Celso Maldaner, ele faz parte de um “levante” emedebista nacional. Muitos deputados e líderes identificados com a história da sigla estão sendo eleitos nos estados e vão promover, segundo o deputado catarinense, uma verdadeira limpa no diretório nacional. Maldaner está convicto que consguirão varrer do comando figuras como Renan Calheiros, Jader Barbalho, Michel Temer, Romero Jucá e por aí vai. Desafio gigantesco.

Municipalismo

Nessa toada de resgate do MDB, Celso Maldaner vai valorizar a história municipalista do partido. No dia 6 de julho, em Curitibanos, ele se reúne com os 22 prefeitos do partido que representam as regiões da associações de municipais. E vão fundar a Associação dos Prefeitos do MDB, a legenda que mais tem alcaides em Santa Catarina.

foto>Rodrigo Rasta, divulgação

Posts relacionados

Beto Martins volta ao PSDB

Autor

Governo de SC promete brecar práticas que prejudicam municípios

Autor