Blog do Prisco
Manchete

Preso, presidente da Fecam renuncia e vice assume

A Fecam (Federação Catarinense dos Municípios) já tem novo presidente. Com a prisão, nesta manhã, de Orildo Severgnini, prefeito de Major Vieira, assumiu Paulo Roberto Weiss, o Paulinho, chefe do Executivo de Rodeio, que até então era o vice-presidente da entidade. 

Severgnini foi preso no âmbito da Operação et patter filium, Deflagrada pelo MPSC e pela Polícia Civil. A operação cumpriu ainda 11 mandados de busca e apreensão. São investigados crimes de organização criminosa voltada para a prática de corrupção, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

Severgnini assumiu depois que o prefeito de Caçador, Saulo Sperotto, saiu do cargo. Ele foi preso na segunda fase das investigações. O prefeito de Major Vieira já era muito pressionado a deixar o comando da Fecam, mas ele resistia até ontem.

Na segunda-feira, Paulinho, o novo comandante da associação municipalista, estará em Florianópolis para uma coletiva de imprensa. Consta que Orildo Severgnini pode não ter cometido ilícitos apenas em sua cidade. A própria Fecam pode ter sido lesada, o que é gravíssimo, considerando-se que a entidade representa os 295 municípios do estado.

Posts relacionados

PP de Chapecó apresenta Elio Cella como pré-candidato a vice na próxima quinta (18)

Redação

PGE/SC e MPSC viabilizam a liberação de R$ 350 milhões a cidadãos catarinenses

Redação

MPSC lança terceira edição do Prêmio José Daura

Redação