Blog do Prisco
Manchete

Projeto que reduz alíquota para eventos na Capital estimula novos negócios, defende Fortur

Prefeito Gean Loureiro irá apresentar a proposta nesta quarta-feira (11), às 9h, na Fecomercio

A indústria brasileira de eventos movimentou um total de R$ 209 bilhões em 2014, segundo pesquisa do Sebrae e Associação Brasileira das Empresas de Eventos (ABEOC), atraindo mais de 202 milhões de pessoas. Em Florianópolis, a relevância da indústria do entretenimento para o turismo levou o município a rever a política de tributos e propor redução de taxas para as empresas do setor. O projeto de origem do Executivo será apresentado nesta quarta-feira (11) pelo prefeito Gean Loureiro, às 9h, no auditório da Fecomércio.
“Este é um passo importante para a indústria de eventos e de entretenimento do município. A redução da carga tributária vai estimular a formalização de negócios e dar um novo fôlego para um segmento que movimenta toda a indústria do turismo da Capital”, disse o coordenador do Fórum do Turismo da Grande Florianópolis(Fortur), Marcelo Bohrer. Pelo projeto, os serviços de diversão, lazer e entretenimento terão uma redução de 5% para 2% no ISS. O percentual representa uma renúncia de receita inferior a 1% do total de renúncias previstas para 2020, mas com grande impacto para o setor, segundo o Fortur.
Para a presidente da Associação Brasileira das Empresas Organizadoras de Eventos (ABEOC), Jane Balbinotti, a medida é promissora para o setor de eventos. “A redução do ISS impacta diretamente nos custos de captação dos eventos para Florianópolis. Por isso, aplaudimos a iniciativa, na medida em que a redução dos custos dos captadores traduz um incremento de toda sorte para o turismo da região, quer seja na área hoteleira, bares, restaurantes e prestadores de serviços de modo geral”.

Posts relacionados

Rodrigo Maia e a Reforma da Previdência

Redação

Incentivos fiscais em debate

Redação

Júlio Garcia: “Governo não deu certo”

Redação